terça-feira, 30 de agosto de 2011

Concurso Getty Images de Melhor Capa de Livro 2011

Logo mais teremos novidades sobre a 3a edição do nosso Concurso.
A edição 2011 está cheia de novidades!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Contatos dos designers/capistas

Devido ao vários pedidos que recebemos solicitando o contatos dos designers que participaram do nosso concurso, resolvemos dar uma forcinha para que possam encontrá-los.
Então, se você gostou dos trabalhos das capas e gostaria de entrar em contato com o designer que a criou, basta enviar um  e-mail para editorial@gettyimages.com.br que a gente envia o contato para você. Não deixe de mencionar o nome do livro para identificarmos o designer.

Para os capistas premiados, basta clicar na postagem das capas vencedoras, clicando nas capas você será levado até o link deles.

Esperamos com isso colaborar para este encontro!

quarta-feira, 23 de março de 2011

Premiados da 2a edição do Concurso Getty Images Melhor Capa de Livro de 2010

1o. Colocado
Studio warrakloureiro
Livro: Uma Certa Paz
Editora Companhia das Letras


2o.Colocado
Editora Rocco


3o. Colocado
Livro: Retratos Imorais
Editora Alfaguara


Melhor Capa Juri Popular 
Eleita pelos presentes no evento de premiação

Designer Christiano Menezes
Livro: A menina que não sabia ler
Editora Leya



Uma Certa Paz, da Companhia das Letras, vence concurso Melhor Capa de Livro de 2010 promovido pela Getty Images Brasil

A iniciativa premiou os designers autores das três melhores capas dentre as 133 inscritas e ainda agraciou uma selecionada por voto popular.


São Paulo, 23 de março de 2011 - Os designers Claudia Warrak e Raul Loureiro, autores da capa do livro Uma Certa Paz (Companhia das Letras), ganharam o prêmio Melhor Capa de Livro de 2010, promovido pela Getty Images Brasil, agência responsável pela criação e distribuição de conteúdo visual e multimídia. A premiação, que está em sua segunda edição, foi realizada ontem, durante um coquetel na galaria Território da Foto, em São Paulo.
Segunda e terceira mais votadas pelo júri foram criações do mesmo designer, Rodrigo Rodrigues, criador das capas dos livros Sudd (ROCCO), que ganhou a segunda colocação, e Retratos Imorais (Objetiva/ Alfaguara), terceira. Rodrigues também venceu a primeira edição do concurso com a capa de Os Espiões, (Objetiva/Alfaguara). A capa de A Menina Que Não Sabia Ler (LeYa), do designer Christiano Menezes, foi escolhida pelo público presente no evento como a melhor capa – júri popular.
Para os vencedores, a iniciativa cumpre um importante papel de reconhecimento ao trabalho desses profissionais. “É um incentivo à produção gráfica e valoriza o trabalho do designer”, declaram Raul Loureiro e Claudia Warrak. Segundo o designer Rodrigues, “o prêmio exalta a profissionalização desse segmento e como esse trabalho requer uma técnica, arte e uma consciência crítica, que dificilmente são prestigiados fora dos bastidores”.
O diretor da Getty Images Brasil, Paulo Schmid, ressalta o crescimento dessa segunda edição e a consolidação do concurso no segmento. “Desde o começo, nossa intenção foi valorizar esse trabalho essencial para o mercado editorial. Na segunda edição percebemos o valor que a premiação vem obtendo para os profissionais, pois, o concurso teve repercussão e adesão impressionantes em apenas um ano”, observa Schmid. Neste ano, foram 133 inscrições, 80 a mais do que no ano passo, de 35 editoras do país. O vencedor ganhou uma câmera filmadora.

Debate Durante o coquetel, a Getty Imagens Brasil prestigiou os presentes com uma mesa redonda composta pelos jurados do concurso, o editor-chefe da Revista Cultura, Sergio Miguez, jurado do prêmio APCA de Literatura; Felipe Machado, editor de Multimídia de O Estado de S. Paulo; Victor Burton, designer gráfico colaborador das maiores editoras do país; e também pela jornalista e escritora fundadora da Oficina De Escrita Criativa, Rosangela Petta.
O debate abordou a evolução do processo criativo das capas, que antes eram realizados por artistas plásticos e que mudou com achegada da era digital. “Antigamente, chegar à primeira prova era um trabalho muito árduo. Hoje, nossas opções são infinitas e sabemos que podemos ir sempre além”, conta Burton. Para ele, os quesitos básicos para uma boa capa são culturais. “Para mim, a tipografia é um dos mais importantes, além das cores e da fotografia. Somado a isso, a a criação tem que transmitir exatamente as características daquela leitura, pois só assim atinge o público-alvo e garante o sucesso do livro.”
O jornalista e livreiro reforçou como a capa pode influenciar no sucesso de um livro. “Quem nunca comprou um livro pela capa? Sergio Miguez reforçou o que disse Victor Burton, “ela torna visível o conteúdo inicialmente invisível ao leitor”, e completou “pode ser decisiva na hora da compra. E para atingir o público à primeira vista ela tem que gerar algum tipo de emoção”, afirma Miguez. 


segunda-feira, 21 de março de 2011

Concurso “Melhor Capa de Livro” apresenta vencedor e debate importância do processo criativo para o mercado editorial

Dentre 133 inscrições, foram selecionadas as 15 melhores criações; grande vencedora será apresentada em cerimônia dia 22, em São Paulo, onde os convidados elegerão também a Melhor Capa Júri Popular.

O concurso “Melhor Capa de Livro”, promovido pela Getty Images, agência responsável pela criação e distribuição de conteúdo visual e multimídia, apresenta as 15 finalistas dessa segunda edição. Com 133 inscrições, 80 a mais do que no ano passado, a iniciativa que premia designers autores de capas de livros, tem se consagrado no mercado de criação editorial com a participação de trabalhos de 35 editoras. Entre as finalistas, estão capas de livros de algumas das mais importantes editoras do país como Companhia das Letras, Record, Rocco, Larousse do Brasil e Objetiva/Alfaguara.

O grande vencedor será apresentado em evento de premiação realizado nessa terça-feira (22), em São Paulo (SP), onde também será eleita a melhor capa na opinião dos convidados. A cerimônia contará com a participação especial do artista gráfico Hélio de Almeida, que falará sobre a importância e o processo criativo da capa do livro. Também estarão presentes na cerimônia o júri do concurso, composto por profissionais renomados dos mercados publicitário e editorial como o editor-chefe da Revista Cultura, Sergio Miguez; Felipe Machado, editor de Multimídia de O Estado de S. Paulo; Victor Burton, designer gráfico colaborador das maiores editoras brasileiras e Javier Talavera, diretor de arte e criação da Agência Leo Burnett Brasil. A agente literária e fundadora da Agência Riff, Lucia Riff, também jurada, não irá comparecer.

A iniciativa compreende as criações produzidas a partir do banco de imagem da Getty Images e tem como objetivo reconhecer o talento dos designers, “profissionais que têm a delicada e difícil missão de transmitir o conteúdo do livro na capa, atraindo o público certo para a obra”, segundo lembra Paulo Schmid, diretor da Getty Images Brasil.

Para mais informações e regulamento do concurso, os interessados podem acessar http://www.gettyimages.com.br/melhorcapadelivro2010/
Hélio de Almeida: Artista gráfico com mais de 40 anos de carreira, participou da criação das revistas Veja (1968) e IstoÉ (1976), na re-elaboração do projeto gráfico da Folha de S. Paulo e identidade visual do caderno Ilustrada (1973) e na reformulação da arte da revista Exame (1984), entre outros. Paginou e ilustrou centenas de matérias em veículos como Globo Rural, Pesquisa FAPESP e Visão, além de diversas publicações institucionais e corporativas. Venceu um Prêmio Jabuti de 1993 com o livro Anjo Pornográfico (1992).

Confira os finalistas:

Designer: Antonio Carlos de Angelis
Livro: Poder & Amor. Teoria e prática da mudança social
Editora: Senac São Paulo

Designer: Carlos Renato
Livro: Solo
Editora: Saraiva selo Benvirá

Designer: Christiano Menezes
Livro: A menina que não sabia ler
Editora: LeYa

Designer: Claudia Warrak e Raul Loureiro
Livro: Uma certa paz
Editora: Companhia das Letras

Designer: Claudia Warrak e Raul Loureiro
Livro: O emblema vermelho da coragem
Editora: Companhia das Letras

Designer: Elmo Rosa
Livro: O fim da América
Editora: Record

Designer: Mariana Newlands
Livro: O que quer de mim, amor?
Editora: Tinta Negra Bazar Editorial

Designer: Rafael Nobre
Livro: A arte de ser desagradável
Editora: Record/Bertrand Brasil

Designer: Rafael Nobre
Livro: O estrangeiro
Editora: Record/BestBolso

Designer: Renné Ramos
Livro: Mick Jagger e os Rolling Stones
Editora: Larousse do Brasil

Designer: Rodrigo Rodrigues
Livro: Retratos imorais
Editora: Objetiva/ Alfaguara

Designer: Rodrigo Rodrigues
Livro: Minuto de silêncio
Editora: ROCCO

Designer: Rodrigo Rodrigues
Livro: Sudd
Editora: ROCCO

Designer: Sandro Bier
Livro: Escolhendo sua Fé
Editora: Esperança

Designer: SERGIO CAMPANTE
Livro: A BATALHA DE MOGADISCIO
Editora: BERTRAND BRASIL


Vencedor 2009: O primeiro colocado foi o designer Rodrigo Rodrigues de Azevedo, com a capa de Os Espiões, (Objetiva/Alfaguara), que, em 2010, conquistou o 3º lugar de melhor capa no Prêmio Jabuti, sendo a única a ganhar o prêmio utilizando imagens.

Sobre a Getty Images
A Getty Images é líder mundial na criação e distribuição de conteúdo visual, clipes de filmes e produtos multimídia, além de seu mais novo produto: música. A Getty Images atende a clientes em mais de 100 países e é a primeira empresa à qual profissionais da área de criação e mídia recorrem para encontrar, adquirir e gerenciar imagens e outros conteúdos digitais. Os fotógrafos e as imagens premiadas da empresa ajudam clientes a criar trabalhos inspiradores que aparecem diariamente nos jornais, revistas, campanhas publicitárias, filmes, programas de televisão, livros e web sites mais influentes do mundo. Acesse www.gettyimages.com.br e saiba mais sobre o papel da Getty Images no mundo da comunicação digital.

Informações para a imprensa
Approach – 11 3846 57 87
Daniela Majori
daniela.majori@approach.com.br

Anaik Weid

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

“Concurso Melhor Capa de Livro”, da Getty Images Brasil, recebe 133 inscrições


A segunda edição do concurso “Melhor Capa de livro”, realizada pela Getty Images Brasil, agência responsável pela criação e distribuição de conteúdo visual e multimídia, vai avaliar 133 capas de 30 editoras diferentes inscritas. A iniciativa irá premiar os profissionais de design, autores das criações feitas a partir do banco de imagens da Getty Images. “A premiação tem como objetivo reconhecer o talento dos designers, profissionais que têm a delicada e difícil missão de transmitir o conteúdo do livro na capa, atraindo o público certo para a obra”, afirma Paulo Schmid, diretor da Getty Images Brasil. “O nosso trabalho não acaba após o licenciamento. Nós valorizamos todos os processos que envolvem imagens e prezamos o relacionamento duradouro com nossos clientes, valorizando seu produto final. Neste caso, o livro”, finaliza.

Compõe o júri o editor-chefe da Revista Cultura, Sergio Migues, jurado do prêmio APCA de Literatura e livreiro por 20 anos (livrarias Belas Artes); Felipe Machado, jornalista, escritor, diretor de cinema e músico brasileiro, atualmente editor de Multimídia de O Estado de S. Paulo; Victor Burton, designer gráfico na área editorial e de produções culturais; Lucia Riff, agente literária e fundadora da Agência Riff, co-agente para importantes editoras e agências literárias estrangeiras e representante de muitos autores brasileiros; e Javier Talavera, diretor de arte e criação da Agência Leo Burnett Brasil.  

Processo de seleção: as 133 capas inscritas serão disponibilizadas em um blog da Getty Images Brasil ao qual somente os jurados terão acesso. As criações não terão identificação do capista responsável, garantindo assim a credibilidade da seleção. Serão escolhidos 15 finalistas e a premiação acontecerá no dia 22 de março, em São Paulo.

Concurso 2009: na 1ª edição, mais de 50 capas foram inscritas de algumas das editoras mais importantes do país como Record, Planeta, Larousse do Brasil, Grupo Ediouro e Objetiva/Alfaguara. O primeiro colocado foi o designer Rodrigo Rodrigues de Azevedo, com a capa de Os Espiões, (Objetiva/Alfaguara), que, em 2010, conquistou o 3º lugar de melhor capa no Prêmio Jabuti, sendo a única a ganhar o prêmio utilizando imagens. O segundo foi Renné Nery Ramos, com a capa do livro John (Larousse do Brasil) e o terceiro lugar ficou com Raul Fernandes, criador da capa de Faróis Estrábicos na Noite (Bertrand Brasil).

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Getty Images abre inscrições do Concurso de lança Melhor Capa de Livro 2010 durante a na Bienal de São Paulo


 
Agência abre inscrições para segunda edição do concurso que premia o mercado editorial durante o maior evento do setor
Os interessados em concorrer à 2ª edição do concurso Melhor Capa de Livro 2010 já podem ir se preparando. A Getty Images, agência responsável pela criação e distribuição de conteúdo visual e multimídia e idealizadora do prêmio, anuncia que a abertura das inscrições começa em 12 de agosto, durante a Bienal do Livro de São Paulo. Estará presente em alguns espaços da feira, entre eles o Espaço Gourmet, e nos estandes das editoras com teasers, posters e folhetos de divulgação do concurso.
O concurso premia os profissionais de design que se destacaram no mercado editorial brasileiro em 2010 e é voltado para capas criadas a partir de imagens da Getty Images, editadas no Brasil entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2010.
As capas podem ser inscritas através do email editorial@gettyimages.com.br e serão avaliadas por um júri composto por conceituados profissionais do mercado editorial e grandes nomes da publicidade. O hotsite www.gettyimages.com.br/concurso2010, com todas as informações do concurso e o regulamento, estará no ar a partir do início das inscrições.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

A 1a edição do Concurso Getty Images Melhor Capa de livro 2009



Mais de 50 capas foram inscritas de algumas das editoras mais importantes do país como Record, Planeta, Larousse do Brasil, Grupo Ediouro e Objetiva/Alfaguara, entre outras.

O coquetel de premiação do Concurso aconteceu no dia 09 de fevereiro de 2010, na Livraria Cultura do Shopping Market Place.
O primeiro colocado foi o designer Rodrigo Rodrigues de Azevedo, com a capa de Os Espiões, (Objetiva/Alfaguara). O segundo foi Renné Nery Ramos, com a capa do livro John (Larousse do Brasil) e o terceiro lugar ficou com Raul Fernandes, criador da capa de Faróis Estrábicos na Noite (Bertrand Brasil).

Antes de anunciar os vencedores, a Getty Imagens prestigiou os presentes com a palestra de Victor Burton, renomado designer gráfico especializado no mercado editorial. Burton falou sobre a história do livro, lembrando que o modelo atual ainda segue os moldes de Idade Média, com cadernos unidos por uma capa.

Ele abordou as mudanças da relação do homem com o livro no decorrer do tempo e como as capas acompanharam esse processo. Ele lembrou que as capas passaram a ter real relevância por volta dos anos 40, quando os livros começaram a serem impressos em escala industrial e a “embalagem” os destacava aos olhos do leitor.

O júri  foi composto por profissionais do mercado publicitário e editorial, como Rafael Taiar, diretor de criação da McCann Erickson, Ricardo Ohtake, diretor do Instituto Tomie Ohtake, Roberto Cipolla, diretor de criação do Grupo Maior, Kathryn Collins, produtora executiva do Magma Cultural, Victor Burton e Renata Simões, gerente de marketing e conteúdo da Getty Images Brasil.

O diretor da Getty Images Brasil, Paulo Schmid, considerou o concurso um sucesso e disse que se repetirá em 2010. “A premiação tem como objetivo reconhecer o talento dos designers, profissionais que têm a delicada e difícil missão de transmitir o conteúdo do livro na capa, atraindo o público certo para a obra”, avaliou. “O trabalho da Getty Images Brasil não acaba após o licenciamento. Nós valorizamos todos os processos que envolvem imagens e prezamos o relacionamento duradouro com nossos clientes, valorizando seu produto final. Neste caso, o livro”, finalizou.

Os vencedores:

1º colocado
- Designer: Rodrigo Rodrigues de Azevedo
Livro: Os Espiões
Editora: Objetiva/ Alfaguara
Lançamento: Novembro de 2009

2º colocado
- Designer: Renné Nery Ramos
Livro: John
Editora: Larousse do Brasil
Lançamento: Outubro de 2009

3º colocado
- Designer: Raul Fernandes
Livro: Faróis Estrábicos na Noite
Editora: Bertrand Brasil
Lançamento: Agosto de 2009

Finalistas (por ordem alfabética – nome do finalista)

- Designer: Ana Dobón
Livro: Intuição
Editora: Larousse do Brasil
Lançamento: Dezembro de 2009

- Designer: Ana Miadaira
Livro: 100 empregos idiotas e como consegui-los
Editora: Suma de Letras
Lançamento: 2009

- Designer: Andrea Vilela de Almeida (Pimenta Design e Conceito S/S Ltda.)
Livro: Souvenir
Editora: Suma de Letras
Lançamento: Fevereiro de 2009

- Designer: Lilian Queiroz e Tânia Maria dos Santos – 2 Estúdio Gráfico
 Livro: Babyji
Editora: Sá Editora
Lançamento: Abril de 2009

- Designer: Martha Tadaieski
Livro: Melhor que Você Mesmo
Editora: Academia
Lançamento: Outubro de 2009

- Designer: Rafael Nobre
Livro: Caetés
Editora: Edições BestBolso/Grupo Editorial Record
Lançamento: Novembro de 2009

- Designer: Raul Fernandes
Livro: Faróis Estrábicos na Noite
Editora: Bertrand Brasil
Lançamento: Agosto de 2009

- Designer: Renné Nery Ramos
Livro: John
Editora: Larousse do Brasil
Lançamento: Outubro de 2009

- Designer: Renné Nery Ramos
Livro: O Efeito Lolita
Editora: Larousse do Brasil
Lançamento: Outubro de 2009

- Designer: Ricardo Borges
 Livro: A turma da paquera
Editora: Editora do Brasil

O palestrante, Victor Burton: Nasceu no Rio de Janeiro em 1956. Iniciou sua carreira na editora Franco Maria Ricci de Milão, na Itália, país em que residiu de 1963 a 1979, e onde criou suas primeiras capas para a editora Il Formichiere, em 1977. No Brasil desde 1979, vem se dedicando ao design gráfico na área editorial e de produções culturais, destacando-se a longa colaboração com diversas editoras, entre as quais Companhia das Letras, Record, Objetiva, Ediouro e Nova Fronteira. Já criou mais de 3 mil capas e duzentos projetos de livros de luxo. Foi destaque nas edições de 1998 e 2000 da Bienal de Design Gráfico e Ouro ADG em 2002 e, vencedor do prêmio Jabuti de Capa em 1993, 1995, 1996, 1999, 2001 e 2005, e na categoria projeto editorial em 1997, 1998, 2000 e 2006. Recebeu também o prêmio Aloísio Magalhães (da Biblioteca Nacional) de Projeto Gráfico em 1995, 1997 e 2001. Foi um dos "Top Ten" na exposição Brasil Faz Design 2002, Milão, e o primeiro colocado no Designers by Designers da revista Design Gráfico em 2002.

Como tudo começou

A Getty Images Brasil vem desenvolvendo novas estratégias para criar uma parceria mais próxima com os profissionais que buscam a imagem perfeita para seus projetos em seu acervo.

Este concurso é uma conseqüência desta estratégia de se aproximar e valorizar o profissional que busca na Getty Images inspiração e referência criativa para seus trabalhos. 

A realização do concurso de capas surgiu através do desejo da Getty Images Brasil nessa valorização e da sugestão dos próprios designers (capistas), em algumas conversas durante o atendimento comercial.

As editoras demonstraram grande satisfação em participar desta homenagem ao artista gráfico de capas e nos deram total apoio.

Acreditamos que seria a forma perfeita para agradecermos esta parceria, além de promover o mercado de livros, o qual temos a imensa satisfação de participar e colaborar.

“O trabalho da Getty Images Brasil não acaba após o licenciamento das imagens. Buscamos estabelecer um relacionamento duradouro com os clientes, valorizando seu produto final”,  Paulo Schmid, diretor da Getty Images Brasil.